Mostrar el registro sencillo del ítem

dc.contributor.advisorMichel, Fernando Dutrapt_BR
dc.contributor.authorAcosta, Daniel Rodriguespt_BR
dc.date.accessioned2020-02-13T04:22:31Zpt_BR
dc.date.issued2019pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/205829pt_BR
dc.description.abstractA queda na demanda por transporte coletivo por ônibus observado no Brasil nas últimas décadas, aliada a outros fatores, tem causado o aumento da tarifa desse modal. A sociedade brasileira tem tratado essa pauta como prioridade e tem se posicionado contra esses aumentos firmemente, tendo em vista o seu impacto no cotidiano da população, especialmente sua parcela de renda mais baixa. Para atender às demandas de barateamento é necessário encontrar pontos onde a operação do modal possa ser aperfeiçoada, para que possa haver diminuição nos custos. Uma das lacunas observadas no transporte coletivo por ônibus na cidade de Porto Alegre diz respeito ao Problema de Programação de Tripulações (PPT), que é uma etapa do planejamento do sistema de transporte coletivo. Nesse âmbito o PPT consiste em gerar jornadas de trabalho a serem cumpridas por motoristas e cobradores, utilizando como dado de entrada a Tabela Horária de uma linha de ônibus. Essa jornada, a fim de minimizar custos de mão de obra, deve ter o menor tempo ocioso possível entre as viagens. Além disso, deve atender às particularidades operacionais e trabalhistas do setor, como compatibilizar terminais das viagens e atribuir intervalos para descanso. Na literatura da área, o PPT tem sido resolvido utilizando tanto métodos computacionais exatos quanto aproximativos. Na cidade de Porto Alegre algumas empresas resolvem o PPT sem nenhum tipo de sistematização, o que pode gerar perda de eficiência. Esse trabalho se propôs a encontrar uma solução para o PPT utilizando um Algoritmo Construtivo-Evolutivo, que se baseia no Algoritmo Construtivo AAO* e no Algoritmo Genético. Para isso, foi criada e executada uma rotina de programação na linguagem Python. Usando a Tabela Horária de uma linha de ônibus de Porto Alegre, foi encontrada uma solução que atende a todas as 301 viagens da linha e a todos os requisitos de operação e de legislação trabalhista.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectEngenharia de transportespt_BR
dc.subjectÔnibuspt_BR
dc.subjectAlgoritmo genéticopt_BR
dc.subjectTransporte coletivopt_BR
dc.titleDefinição de escala de tripulação de transporte coletivo utilizando um algoritmo construtivo-evolutivopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001111492pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Engenhariapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2019pt_BR
dc.degree.graduationEngenharia Civilpt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Ficheros en el ítem

Thumbnail
   

Este ítem está licenciado en la Creative Commons License

Mostrar el registro sencillo del ítem