Show simple item record

dc.contributor.advisorHashizume, Lina Naomipt_BR
dc.contributor.authorDariva, Alessandrapt_BR
dc.date.accessioned2018-10-16T02:43:18Zpt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/183436pt_BR
dc.description.abstractO controle do biofilme dental é uma das mais importantes alternativas para impedir o surgimento e progressão da cárie dental. Métodos alternativos que facilitem e auxiliem o controle mecânico deste biofilme vem sendo testados como, por exemplo, a utilização de ultrassom. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar, in vitro, o efeito da escova dental ultrassônica sobre um biofilme de Streptococcus mutans através da avaliação da viabilidade microbiana e da observação em microscopia eletrônica de varredura. Para esse fim, foram confeccionados 78 blocos de esmalte dental. Esses foram imersos em meio à cultura Brain Heart Infusion (BHI) acrescido à sacarose e com suspensão de Streptococcus mutans e incubados em temperatura de 37ºC, metade por um período de 24 horas e outra metade por um período de 72 horas, com o objetivo de promover a formação de um biofilme bacteriano jovem e outro mais estruturado. Os blocos, então, foram subdivididos em outros três grupos, de acordo com os modos de acionamento da escova ultrassônica: modo ultrassom, modo ultrassom associado à vibração e modo desligado (controle). Cada uma das amostras foi colocada em solução salina estéril a uma distância de 5 mm entre as cerdas da escova e o bloco de esmalte. O ultrassom foi aplicado na frequência de 1,6 MHz, sendo que, cada tratamento teve duração de 3 minutos. Então, 18 amostras foram observadas por meio de microscopia eletrônica de varredura e nas outras 60 foram feitas quantificações de Streptoccocus mutans através do método de cultivo. Após obtenção dos resultados das contagens de micro-organismos aplicou-se o teste estatístico Kruskall Wallis, a um nível de significância de 5%. Em relação à quantificação microbiana o modo ultrassom associado à vibração apresentou menores valores do que o controle em biofilme de 72 horas (p < 0,05) Na análise de microscopia eletrônica de varredura observou-se que nos biofilmes de 24 e 72 horas houve uma maior dispersão e rupturas nas cadeias de Streptococcus mutans expostas aos dois modos de acionamento da escova que continham ultrassom. Baseado nos resultados do presente estudo conclui-se que a escova ultrassônica, quando acionada no modo ultrassom associado à vibração, apresenta um efeito na redução da viabilidade microbiana e na desestruturação de um biofilme de Streptococcus mutans.pt
dc.description.abstractThe control of biofilm is one of the most important alternatives to prevent the emergence and progression of dental caries. An alternative to facilitate and assist the mechanical control of this biofilm is being tested, such as the use of ultrasound. Thus the aim of this study was to evaluate in vitro the effect of ultrasonic toothbrush on a biofilm of Streptococcus mutans through the assessment of microbial viability and observation by scanning electron microscopy. 78 blocks of enamel were made. Sample were immersed in Brain Heart Infusion (BHI) culture suspension of Streptococcus mutans and incubated at 37 ºC for a period of 24 hours or 72 hours, with the aim of promoting the formation of a young biofilm or to be more structured. The blocks were then divided into three groups that received treatments according to the actuation of the ultrasonic toothbrush modes: ultrasound mode, ultrasound associated with vibration mode and mode off (control). Each sample was placed in a sterile saline solution at a distance of 5 mm between the bristles and the enamel block. The ultrasound was applied at a frequency of 1.6 MHz, and each treatment lasted for 3 minutes. The samples were observed by scanning electron microscopy and quantification of Streptococcus mutans were also performed by the method of cultivation. After obtaining the results of the counts of microorganisms was applied Kruskal Wallis statistical test at a significance level of 5%. In relation to microbial quantification ultrasound mode associated with vibration showed lower values than the control biofilm in 72 hours (p < 0.05). In the analysis of scanning electron microscopy revealed that the biofilms 24 and 72 hours there was greater dispersion and breaks the chains of Streptococcus mutans exposed to the two actuation modes of the brush containing ultrasound. Based on the results of this study it is concluded that ultrasonic brush activated ultrasonic associated vibration mode has an effect in reducing microbial and disrupt viability of Streptococcus mutans biofilm.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectCárie dentáriapt_BR
dc.subjectDentistryen
dc.subjectBiofilmespt_BR
dc.subjectUltrasounden
dc.subjectBiofilmsen
dc.subjectEscovas de dentespt_BR
dc.subjectToothbrushen
dc.subjectDental cariesen
dc.titleEfeito da escova ultrassônica sobre um biofilme de streptococcus mutans : estudo in vitropt_BR
dc.title.alternativeEffect of ultrasonic toothbrush on a biofilm of Streptococcus mutans: an in vitro studyen
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000981579pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Odontologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2014pt_BR
dc.degree.graduationOdontologiapt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record