Show simple item record

dc.contributor.advisorBosa, Cleonice Alvespt_BR
dc.contributor.authorSantos, Maúcha Sifuentes dospt_BR
dc.date.accessioned2018-08-08T02:33:14Zpt_BR
dc.date.issued2011pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/181008pt_BR
dc.description.abstractA brincadeira desempenha uma função significativa no desenvolvimento sociocognitivo infantil. No entanto, essa habilidade está prejudicada no caso de crianças com autismo. A teoria histórico-cultural demonstra a importância do adulto como mediador dos estímulos para o aprimoramento dessa habilidade nas crianças. Diante disso, o presente trabalho apresenta três estudos. O primeiro teve o objetivo de revisar criticamente a literatura sobre a brincadeira no campo do autismo e discutir seus resultados à luz da teoria histórico-cultural. Identificou-se uma escassez de estudos sobre a brincadeira de crianças com autismo em contexto brasileiro. Internacionalmente, o enfoque é dado, predominantemente, ao comprometimento da brincadeira simbólica, falhando em uma compreensão mais minuciosa do brincar que a criança é capaz de mostrar. Com isso, propôs-se um segundo estudo teórico que buscou discutir a função do educador no contexto de inclusão de crianças com autismo, a partir do conceito da mediação. Avaliou-se que se faz necessária a realização de estudos que investiguem quais estratégias de mediação junto a crianças com autismo são mais eficazes no contexto de inclusão. Por isso, o terceiro estudo teve como objetivo investigar a influência da mediação do educador na complexidade da brincadeira apresentada por crianças com autismo em contexto de inclusão na Educação Infantil. Para tanto, participaram deste estudo duas crianças com diagnóstico de autismo, que frequentavam a Educação Infantil em escolas regulares. De modo geral, os resultados demonstraram que a inclusão mostrou-se como um espaço favorável para a evolução na brincadeira das crianças com autismo, no sentido de uma maior organização e diversificação do repertório de ações. No entanto, a educadora mediou poucas situações com o objetivo de desenvolver a complexidade da brincadeira dessas crianças.pt
dc.description.abstractPlay represents a significant role on child social cognitive development. However, this ability is impaired in children with autism. The historical-cultural approach demonstrates adult importance as a stimuli mediator to the improvement of these children’s ability. Therefore, this paper presents three studies. The first one aimed critically reviews the literature about play in the field of autism, and discuss these results on an historical-cultural perspective. It was identified the lack of studies about children with autism’s play in Brazilian context. Internationally, the focus was predominantly for the impairment of symbolic play, failing in a detailed comprehension about how is the play that the child is able to display. Thus, it was proposed a theoretical study aimed to discuss the teacher’s role in the context of autistic inclusion, based on mediation concept. It was analyzed it is necessary to carry out studies is necessary to investigate which mediation strategies with children whit autism are more effective in the context of inclusion. Thus, the third study aimed to investigate the influence of teacher mediation on play complexity presented by children with autism in the context of inclusion in Early Childhood Education. Two children with autism participated in this investigation, who attended early childhood education in mainstreams schools. Results indicated the school inclusion proved to be a favorable area for development in the play of children with autism, to larger actions organization and repertory diversification. Nevertheless, few situations with propose of enhance these children complexity play was mediated by teacher.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectAutismen
dc.subjectAutismopt_BR
dc.subjectPsicologia cognitivapt_BR
dc.subjectEarly Childhood Educationen
dc.subjectSchool inclusionen
dc.subjectDesenvolvimento cognitivopt_BR
dc.subjectMediationen
dc.subjectDesenvolvimento infantilpt_BR
dc.subjectEducação infantilpt_BR
dc.subjectPlayen
dc.subjectPsicologia do desenvolvimentopt_BR
dc.titleO papel da mediação da educadora no desenvolvimento da brincadeira de crianças com autismo na educação infantil : um estudo longitudinalpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.identifier.nrb001067286pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Psicologiapt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2011pt_BR
dc.degree.leveldoutoradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record