Show simple item record

dc.contributor.advisorKopstein, Jaimept_BR
dc.contributor.authorOliveira, Maria Liege Bazanella dept_BR
dc.date.accessioned2018-01-06T02:24:51Zpt_BR
dc.date.issued1994pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/171778pt_BR
dc.description.abstractObjetivo: Estabelecer o padrão de pressão arterial sistólica em recém nascidos normais através do método Doppler. Material e método: Foram estudados 96 RNs a termo, provenientes de gestações normais e todos de parto vaginal, sem uso de fórceps. A PAS, a FC e a FR dos RNs foram aferidas nos períodos 12-24 h e 25-48 horas de vida bem como as pressões sistólicas e diastólicas maternas. Resultados: A PAS média total dos RNs H+M (12-24h) dormindo foi 65,9 mmHg e acordado, 71,8 mmHg; dos RNs H+M (25-48h) dormindo foi 68,7 mmHg e acordado, 73,2 mmHg. Encontrou-se uma PAS mais elevada no grupo das meninas dormindo (12-24h e 25-48h). A ANOVA da PAS dos RNs revelou diferenças significativas entre o nível de consciência, ou seja os RNs acordados tem PAS mais elevada que os RNs dormindo no período de 12-24h. Conclusão: Foi possível descrever o comportamento da PAS em RNs, em função do período de vida e nível de consciência.pt
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectPressão arterialpt_BR
dc.subjectRecém-nascidopt_BR
dc.subjectHipotensãopt_BR
dc.subjectAsfixia neonatalpt_BR
dc.subjectHipertensãopt_BR
dc.titlePadrão de pressão arterial sistólica em recém-nascidos normais através do método Dopplerpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000061682pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Medicinapt_BR
dc.degree.programCurso Pós-Graduação em Clínica Médicapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date1994pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record