Show simple item record

dc.contributor.advisorRosenfield, Cinara Lerrerpt_BR
dc.contributor.authorPorto, Ana Karina Brattipt_BR
dc.date.accessioned2017-12-30T02:25:45Zpt_BR
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/171721pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa busca explorar os tensionamentos que surgem na transversalidade entre trabalho autônomo— tanto como uma alternativa que visa maior autonomia, quanto pela necessidade de renda— e as demandas inerentes à maternidade. Nosso debate centra-se no processo de enfraquecimento da inserção pelo trabalho e dos laços sociais pensando sob a perspectiva de gênero, associando as mudanças dos modos de vida no paradigma flexível com os papeis do trabalho reprodutivo. Nesse sentido procuramos demonstrar que os processos de desfiliação social e precarização do trabalho são somados às desigualdades de gênero e classe. Nossa hipótese foi construída baseada na ideia de que a combinação de um trabalho flexível com o pertencimento a classes populares podem gerar diversas fragilidades que modificam as estratégias das trabalhadoras autônomas, ao mesmo tempo que possibilita autonomia para conciliação. A metodologia utilizada foi qualitativa, com sete entrevistas semiestruturadas com roteiro previamente desenvolvido, com o objeto empírico que é composto por trabalhadoras autônomas, de classes populares e mães de crianças de até dez anos. Para tanto, procuramos investigar a dupla jornada a partir das seguintes categorias: a flexibilidade positiva, a flexibilidade negativa e as significações sobre trabalho produtivo e reprodutivo. Podemos inferir do campo empírico que duas categorias são relevantes para uma dupla jornada menos conflituosa: a delegação parcial, quando contam com outros sujeitos para dividir tarefas do trabalho reprodutivo, e a estabilidade da demanda no trabalho autônomo.pt
dc.description.abstractThis research pursued to explore the tensions that arise in the transversality between self-employment, as both an alternative that aims autonomy and the need for income, and the demands inherent to motherhood. Our discussion focuses on the process of weakening insertion through work and the dilution of social ties thinking from the gender perspective, associating the changes of labour flexibility with the roles of reproductive work. Therefore, we try to demonstrate that the processes of social desfiliation and precariousness of work are added to the inequalities of gender and class. In doing so, hypotheses built was based on ideia of the combination of self-employment with belonging to the working class can generate several fragilities that modify the strategies of the autonomous workers, while the same time allowing autonomy for conciliation in the double shift. Thus, the methodology used was qualitative with seven semi-structured interviews-with previously developed guidewith autonomous workers that are mothers of small children. Therefore, we seek to investigate the double shift from the following categories: positive flexibility, negative flexibility and the meanings about productive and reproductive work. We can infer from the empirical field that two categories are relevant to a less conflictive double shift: partial delegation, when they rely on others to share tasks of reproductive work, and the stability of demand in self-employment.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectLabour flexibilityen
dc.subjectTrabalho autônomopt_BR
dc.subjectConciliation in the double shiften
dc.subjectTrabalho femininopt_BR
dc.subjectMotherhood. Self-employmenten
dc.subjectMaternidadept_BR
dc.titleTrabalho produtivo e trabalho reprodutivo : conciliações e conflitos das trabalhadoras autônomaspt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001056134pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Filosofia e Ciências Humanaspt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2017pt_BR
dc.degree.graduationCiências Sociais: Bachareladopt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record