Show simple item record

dc.contributor.advisorFerrari, Andrea Gabrielapt_BR
dc.contributor.authorAvila, Ana Helena Diaspt_BR
dc.date.accessioned2017-09-19T02:31:00Zpt_BR
dc.date.issued2017pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/168636pt_BR
dc.description.abstractEm virtude de um grande número de internações psiquiátricas e atendimentos ambulatoriais de crianças em que a queixa principal é a agressividade, este trabalho discute, a relação deste sintoma com as funções parentais na atualidade. Para isto, são revistos processos constitutivos do sujeito como as pulsões, Estádio do Espelho, Complexo de Édipo e a sublimação. Vemos na atualidade, o exercício das funções parentais fragilizado perante uma cultura que através de objetos de consumo, oferece satisfação rápida, plena e imediata, criando a ilusão de não se ter nenhuma falta. Diante desta estruturação social e familiar, as crianças manifestam sua angústia e desamparo na medida em que tentam formas de ser e estar no mundo.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectAgressividadept_BR
dc.subjectPsicanálisept_BR
dc.titleA agressividade na infância e as funções parentais na atualidade : um recorte clínico da saúde mentalpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de especializaçãopt_BR
dc.identifier.nrb001047090pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Psicologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2017pt_BR
dc.degree.levelespecializaçãopt_BR
dc.degree.specializationCurso de Especialização em Intervenção Psicanalítica na Clínica da Infância e Adolescênciapt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record