Show simple item record

dc.contributor.authorGurski, Rosept_BR
dc.contributor.authorPereira, Marcelo Ricardopt_BR
dc.date.accessioned2017-06-20T02:30:45Zpt_BR
dc.date.issued2016pt_BR
dc.identifier.issn0103-6564pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/159689pt_BR
dc.description.abstractEste artigo, na forma de ensaio, resulta de uma pesquisa teórica que discutiu as categorias da experiência e do tempo para a constituição psíquica do adolescente. Articulando a psicanálise do adolescente com o tema do tempo e o conceito de experiência em Walter Benjamin, problematizamos a passagem adolescente em meio às configurações do tempo no laço social. O artigo sugere que não nos precipitemos na ciranda de diagnósticos, pois a sintomatologia da adolescência atual pode ser tomada como um modo de expressão do sofrimento juvenil quando do encontro com as condições da cultura. Tais condições podem produzir uma dilatação do tempo de compreender, adiando o encontro com o momento de concluir. Assim, a fim de que se construam condições para o sujeito se precipitar em uma interpretação de si, além do instante, do tempo e do momento, surgiria uma espécie de intervalo como efeito de dilatação do tempo de compreender.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofPsicologia USP. São Paulo. Vol. 27, n. 3 (set./dez 2016), p. 429-440pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectAdolescênciapt_BR
dc.subjectTempopt_BR
dc.subjectPsicanálise do adolescentept_BR
dc.titleA experiência e o tempo na passagem da adolescência contemporâneapt_BR
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb001020620pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record