Show simple item record

dc.contributor.advisorUnicovsky, Margarita Ana Rubinpt_BR
dc.contributor.authorAndrade, Luciana dos Santospt_BR
dc.date.accessioned2016-04-12T02:06:38Zpt_BR
dc.date.issued2015pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/135507pt_BR
dc.description.abstractO crescimento da população idosa é um fato que ocorre a nível mundial, Santos (2009) afirma que no ano de 1950 existiam 204 milhões de idosos no mundo, já em 1998 ocorreu um aumento significativo para 579 milhões indicando que em 2050 a população de velhos será de 1.900 bilhões. O fenômeno das interações medicamentosas constitui na atualidade um dos temas mais importantes da farmacologia, para a prática clínica dos profissionais da saúde. O uso concomitante de vários medicamentos, enquanto estratégia terapêutica e o crescente número destes agentes no mercado são alguns dos fatores que contribuem para ampliar os efeitos benéficos da terapia, mas que também possibilitam a interferência mútua de ações farmacológicas podendo resultar em alterações dos efeitos desejados. O idoso está mais predisposto a interações medicamentosas e a reações adversas a medicamentos devido às múltiplas comorbidades desenvolvidas ao longo do tempo. O presente estudo teve como objetivo realizar uma revisão integrativa (RI) sobre as interações medicamentosas e as reações adversas a medicamentos associadas às doenças crônicas que potencializam a fragilidade no idoso. Buscaram-se artigos nas bases de dados Bireme, Literatura Latino - Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Eletronic Library Online (Scielo), Medline, PubMed, CINAHL, BDENF. Como critérios de inclusão foram considerados: artigos referentes às áreas geriátricas, farmacológicas e de enfermagem que abordasse a temática estudada, em idioma português, espanhol e inglês, que estivessem disponíveis online na íntegra, publicados no período de 2003 a 2015. A definição deste período se deu pela criação do Estatuto do Idoso baseado na lei nº 10.741 sancionada em 01 de outubro de 2003, regulamentando direitos para as pessoas com 60 anos ou mais. Neste mesmo ano foi implantada a Política Nacional de Atenção à Saúde do idoso (BRASIL, 2003). Com a aplicação dos critérios de inclusão na leitura dos títulos e resumos dos artigos resultantes da busca, obteve-se um quantitativo de 37, na sequencia realizou-se a leitura integral destes artigos com o intuito de refinar as informações ligadas à questão norteadora do estudo. Nesta fase excluiu-se 24 restando 13 artigos. A maioria dos estudos selecionados apresentou delineamento transversal; realizados a maioria nas regiões sul e sudeste, a idade média dos participantes foi de 71,3 anos, sendo a mínima 60 e a máxima 101. No que se refere ao sexo, predomina o feminino. Foi possível constatar a ocorrência nos grupos farmacológicos, das medicações dos sistemas cardiovascular, sistema nervoso, do trato digestivo e metabólico. No exercício diário da enfermagem, apesar da existência de rotinas institucionalizadas em relação às medicações, pode-se e deve-se interferir na forma como a assistência é realizada para que além de prevenir as interações medicamentosas adversas possa-se assegurar uma prática contextualizada na ciência.pt_BR
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectIdoso fragilizadopt_BR
dc.subjectDoença crônicapt_BR
dc.subjectUso de medicamentospt_BR
dc.subjectEfeitos colaterais e reações adversas relacionados a medicamentospt_BR
dc.titleInterações medicamentosas e reações adversas a medicamentos associadas às doenças crônicas que potencializam a fragilidade no idoso : uma revisão integrativapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.identifier.nrb000987368pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentEscola de Enfermagempt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2015pt_BR
dc.degree.graduationEnfermagempt_BR
dc.degree.levelgraduaçãopt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record