Mostrar el registro sencillo del ítem

dc.contributor.advisorRaya-Rodriguez, Maria Teresa Monicapt_BR
dc.contributor.authorFarias, Roberto Nascimento dept_BR
dc.date.accessioned2014-10-22T05:15:41Zpt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/104798pt_BR
dc.description.abstractA condição do hábitat local em riachos é determinada por fatores naturais e antrópicos, em escala regional e separar a influência relativa desses fatores é difícil, pois geralmente a sua distribuição espacial encontra-se sobreposta. Neste sentido, este estudo tem por objetivo determinar a influência relativa das características naturais e de usos do solo, em escala regional, sobre a condição do hábitat, em escala de trecho de riacho, na bacia hidrográfica do Arroio Candiota, sul do Rio Grande do Sul. Para isso, as características naturais (de relevo e de rede de drenagem) e as atividades antrópicas (usos do solo) foram avaliadas em 26 sub-bacias. Em escala de trecho de riacho, os atributos avaliados foram agrupados em condição do hábitat físico no canal fluvial, qualidade da zona ripária e qualidade da água. Por meio de análise de redundância parcial, determinou-se a percentagem da variação, na condição de cada grupo atributos do hábitat, explicada pelos fatores naturais, pelos fatores antrópicos e pelo seu efeito compartilhado. As sub-bacias maiores tendem a apresentar maior textura no relevo, formato menos circular e menor declive. As sub-bacias com relevo mais acidentado tendem a apresentar maior densidade de drenagem. A vegetação natural ocupa a maior parte da bacia, principalmente as regiões de relevo mais acidentado, porém atividades como agricultura, pecuária, silvicultura e mineração de carvão estão distribuídas pela bacia, principalmente em áreas de relevo mais suave e próximo aos riachos. A maior parte dos riachos apresenta boa qualidade do hábitat, porém em riachos com baixa qualidade observa-se gado na zona ripária ou grande aporte de rejeitos da mineração de carvão. As principais alterações do hábitat físico no canal são assoreamento, dragagem e represamento. Em relação à qualidade da água, pH e condutividade apresentam valores extremos nos riachos associados à mineração de carvão. A condição do hábitat físico no canal é mais influenciada pelas características naturais das sub-bacias, enquanto a qualidade da água está mais associada aos usos do solo. A qualidade da zona ripária, por sua vez, é determinada pelo efeito compartilhado dos fatores naturais e antrópicos. Dessa forma, as atividades antrópicas na bacia hidrográfica exercem maior efeito sobre os atributos mais dinâmicos do hábitat, tendo influência menor sobre processos mais lentos, como alteração no hábitat físico do canal.pt_BR
dc.description.abstractThe stream local habitat condition is determined by natural and anthropogenic regional characteristics and to determine the relative influence of these factors is difficult because their spatial distribution is usually superimposed. Thus, this study aims to determine the relative influence of natural characteristics and land use, in regional scale, on the the stream local habitat condition in the Arroio Candiota watershed. For this, natural characteristics (relief and drainage network) and human activities (land uses) were evaluated in 26 sub-catchments. In the reach scale, the stream habitat attributes were grouped into stream physical habitat, riparian zone quality and water quality. Using partial redundancy analysis, the percentage of variation in the condition of each group of habitat attributes, explained by natural factors, by human factors and by their shared effect was determined. The major catchments tend to have higher texture in relief, less circular shape and lower slope while catchments with steeper relief tend to have higher drainage density. Most of the Arroio Candiota watershed are occupied by natural vegetation, especially the regions of steeper relief. Agriculture, livestock, forestry and mining are distributed throughout the basin, especially in areas of gentle relief and close to streams. Most streams has good habitat quality, but in streams where quality is low there is livestock in the riparian zone or large supply of wastes from coal mining. The main changes in the physical habitat channel are siltation, dredging and damming. Regarding water quality, pH and conductivity have extreme values in streams associated with coal mining. The condition of physical habitat in the channel is more influenced by the natural characteristics of the catchments, while water quality is more associated with land use. The quality of the riparian zone, in turn, is determined by the shared effect of natural and anthropogenic factors. Thus , the anthropogenic activities in the watershed exert greater effect on the more dynamic attributes of habitat, having less influence on slower processes, such as changes in physical habitat of the channel.en
dc.format.mimetypeapplication/pdf
dc.language.isoporpt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectStream habitaten
dc.subjectAnálise morfométricapt_BR
dc.subjectBacia hidrograficapt_BR
dc.subjectLand useen
dc.subjectMorphometric analysis of watersheden
dc.subjectHabitatpt_BR
dc.subjectMultiple scalesen
dc.titleInfluência das atividades antrópicas, em escala de bacia hidrográfica, sobre a condição do hábitat, em escala de trecho de riacho, em uma bacia hidrográfica sob intensa pressão antrópicapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisor-coPedrozo, Catarina da Silvapt_BR
dc.identifier.nrb000930767pt_BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentInstituto de Biociênciaspt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ecologiapt_BR
dc.degree.localPorto Alegre, BR-RSpt_BR
dc.degree.date2014pt_BR
dc.degree.levelmestradopt_BR


Ficheros en el ítem

Thumbnail
   

Este ítem está licenciado en la Creative Commons License

Mostrar el registro sencillo del ítem