Show simple item record

dc.contributor.authorLima Júnior, Paulopt_BR
dc.contributor.authorDeconto, Diomar Caríssimo Sellipt_BR
dc.contributor.authorAndrella Neto, Ricieript_BR
dc.contributor.authorCavalcanti, Claudio Jose de Holandapt_BR
dc.contributor.authorOstermann, Fernandapt_BR
dc.date.accessioned2014-08-13T02:09:07Zpt_BR
dc.date.issued2014pt_BR
dc.identifier.issn1516-7313pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10183/100239pt_BR
dc.description.abstractAo longo das últimas décadas, a questão das relações entre ciência, tecnologia e sociedade vem se tornando cada vez mais importante para o desenvolvimento de novos currículos e práticas em educação científica. Este trabalho apresenta um referencial para análise de relações CTS baseado na obra “O Capital” de Karl Marx. Ele introduz conceitos e proposições fundamentais para se perceber de que maneira a introdução de inovações científicas e tecnológicas no mercado está relacionada à produção de capital, e como essa relação pode ser analisada criticamente, já que essas revoluções tecnológicas podem contribuir para a degradação das condições de existência da classe trabalhadora. Este referencial pode ser amplamente utilizado na formação de professores e no planejamento de currículos CTS que busquem uma perspectiva crítica e consistente das relações de exploração que estão nos fundamentos do modo de produção capitalista.pt
dc.description.abstractOver the past decades, relationships between science, technology and society have become increasingly important for the development of new curricula and practices in science education. This paper presents a framework based on “Das Kapital” for analyzing STS relations. It introduces fundamental concepts and propositions to understand how scientific and technological innovations are related to the production of capital and how to analyze this issue critically, since the technological revolutions these innovations imply may contribute to the subjection of the working class. This framework may be introduced in teacher education and STS curriculum planning aiming to reach some critical perspective on the relations of exploitation that underlie the capitalist mode of production.en
dc.format.mimetypeapplication/pdfpt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.relation.ispartofCiência & educação. Bauru. Vol. 20, n. 1 (Jan./Mar. 2014), p. 175-194pt_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectSTS relationsen
dc.subjectMarxismopt_BR
dc.subjectCiência, tecnologia e sociedade (CTS)pt_BR
dc.subjectCapitalismen
dc.subjectMarxismen
dc.subjectFormação de professorespt_BR
dc.titleMarx como referencial para análise de relações entre ciência, tecnologia e sociedadept_BR
dc.title.alternativeMarx as an analytical framework for relationships between science, technology and society en
dc.typeArtigo de periódicopt_BR
dc.identifier.nrb000917280pt_BR
dc.type.originNacionalpt_BR


Files in this item

Thumbnail
   

This item is licensed under a Creative Commons License

Show simple item record